Hotéis Associados

Associe seu hotel

Hotel no Japão terá funcionários robôs

O Henn-na Hotel, na cidade de Nagasaki, promete uma experiência tecnológica inesquecível que deve redefinir os moldes do serviço hoteleiro mundial

Hotel no Japão terá funcionários robôs

O mundo está cada vez mais voltado para o desenvolvimento de maravilhas tecnológicas, como é o caso do avião sem janelas que permite uma vista panorâmica aos seus passageiros. Com a mesma visão futurista, o Henn-na Hotel, na cidade japonesa de Nagasaki, promete revolucionar o conceito de serviço hoteleiro. Isso porque seu quadro de funcionários será parcialmente composto por androides de aparência "assustadoramente" semelhante à dos seres humanos. O "Actroid", denominação que recebeu, será capaz de cumprimentar pessoas, transportar bagagens para os quartos, servir café e até mesmo sorrir para os hóspedes.

Os robôs foram desenvolvidos pela Universidade de Osaka e produzidos pela Kokoro, uma empresa que trabalha com esse tipo de tecnologia a mais de uma década. Ao todo, dez Actroids, imitando a aparência de jovens mulheres japoneses, estarão à disposição do Henn-na Hotel, dividindo as tarefas com dez humanos. Três ficarão encarregados da recepção, três da limpeza, enquanto aos últimos quatro caberá o serviço de portaria e mensageiro. Os androides falarão quatro línguas fluentemente - japonês, chinês, coreano e inglês - e simularão processos fisiológicos humanos, como respirar e piscar os olhos.

O hotel deve ser inaugurado no dia 17 de julho de 2015, no Huis Ten Bosch, um dos principais parques temáticos do país, onde é recriada a vida de uma típica cidade holandesa. Terá, a princípio, 72 quartos, com previsão de mais 72 aposentos para 2016. As diárias custarão ¥ 7.000, o que corresponde a apenas R$ 165. O baixo valor, bem inferior aos demais hotéis do parque, deve-se ao fato de que o uso dos robôs reduzirá dramaticamente o custo operacional do estabelecimento.

O presidente da Kokoro, Hideo Sawada, seus androides estarão aptos a desempenhar 90% das tarefas de albergaria. A tendência é de que, em um futuro próximo, cerca de mil hotéis do Japão passem a trabalhar com esse mesmo tipo de tecnologia.

O serviço diferenciado do Henn-na Hotel inclui outras mordomias. Uma delas é que os hóspedes não precisarão de chaves para seus quartos, uma vez que as portas serão equipadas com tecnologia de reconhecimento facial. Já a temperatura interna dos aposentos será regulada levando-se em conta o calor corporal das pessoas presentes no cômodo. Por fim, através de um tablet, será possível ter acesso ao serviço de quarto-robótico, é claro.

Embora o Henn-na venha a ser o primeiro hotel a fazer uso desse tipo de tecnologia, no Japão já existem robôs trabalhando em lojas e restaurantes. Uma casa chamada "The Robot Restaurant", em Tóquio, é conhecida pelo seu show de cabaré com dançarinas feitas com ligas metálicas. Há, ainda, o Mitsubishi UFJ Financial Group que, a partir de abril deste ano, deve operar com humanoides chamados Nao. Caso a experiência dê resultados positivos, deverá ser usada também em bancos japoneses.


Fonte: pureviagem.com.br

 


Comentários


Hotéis Associados

Associe seu hotel

Publicidade