Hotéis Associados

Associe seu hotel

ABIH-BA, Ministério do Turismo, Setur, Secult e trade turístico discutem estratégias para o fortalecimento do setor na Bahia

A ABIH-BA, o Ministério do Turismo, a Setur/BA, a Secult/Salvador e o Trade Turístico reuniram-se em Salvador para discutir os impactos econômicos do Carnaval e definir estratégias para o fortalecimento do setor.

ABIH-BA, Ministério do Turismo, Setur, Secult e trade turístico discutem estratégias para o fortalecimento do setor na Bahia

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia – ABIH-BA, o Ministério do Turismo, a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia - Setur, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – Secult e o trade turístico baiano, estiveram reunidos, nesta quinta-feira (20), para discutir os impactos econômicos do Carnaval e definir estratégias para o fortalecimento do setor.

O presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, apresentou dados otimistas em relação à hotelaria de Salvador. "A taxa de ocupação de 2019 superou o ano anterior e os resultados tendem a ser mais expressivos em 2020 com a expectativa de crescimento da economia, o novo Centro de Convenções, a requalificação da infraestrutura do aeroporto e mais feriados prolongados. Em relação ao Carnaval a previsão de ocupação hoteleira é de 95% e picos de até 100% durante a festa", disse.

O Carnaval é responsável por movimentar grande parte da economia em setores como turismo e negócios. De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, "a expectativa é que 3 milhões de pessoas curtam o período, sendo 854 mil turistas, o que representa 6,7% a mais do que em 2019. A previsão de movimentação financeira na Bahia chega a R$ 1,13 bilhão".


Tags


Comentários


Hotéis Associados

Associe seu hotel

Publicidade